10
jun2017

As 5 ferramentas de gestão de projetos mais utilizadas em startups

Na hora de escolher uma ferramenta para a sua startup você deve avaliar a eficácia dela no mercado e o número de recursos oferecidos afim de suprir as necessidades do seu negócio.

Quando estamos começando uma startup, a disponibilidade de recursos financeiros é bastante restrita, porém a necessidade de ferramentas digitais é gigante. Afinal de contas, é nos primeiros momentos de vida da startup que precisamos implementar as ferramentas essenciais para manter o negócio funcionando como deve ser e evitar problemas futuros.

Inicialmente um caderninho ou uma planilha pode até suprir as primeiras necessidades. Mas, é claro que, a medida que a startup vai crescendo, alguns processos começam a fazer falta. Não dá pra ficar fazendo controle financeiro numa planilha do Excel ou gerenciando as tarefas da equipe por troca de e-mails.

Por isso, resolvi centralizar nesta matéria algumas opções de ferramentas que são bem utilizadas nas principais startups com a finalidade de ajudar na produtividade do seu negócio de modo geral.

EVERNOTE

Já falei várias vezes sobre o Evernote aqui no blog. A ferramenta pode ser utilizada para gerenciar projetos inteiros por meio de pilhas e cadernos. Tudo que você acrescentar no Evernote pode ser pesquisado – essa é só uma das inúmeras funções que a ferramenta oferece.

Para empresas a partir de 3 colaboradores, recomendo o plano Evernote Business.

Se precisar de uma consultoria de Evernote, entre em contato comigo.

AZENDOO

Eu utilizo está ferramenta aqui no Jefpower. O Azendoo é um gerenciador de projetos e tarefas bem complexo e fácil de manusear com versões para web, desktop e Android/iOS. Além de uma visualização do projeto e seu status, também serve para garantir a produtividade de todos do time.

O Azendoo conta com opção de fazer integração com muitas ferramentas, como por exemplo: Evernote, Dropbox, Google Drive, Zapier, entre outras. No quesito gerenciamento de tarefas, é possível acompanhar as tarefas designadas para outros membros, comentar em cada uma delas, fazer upload de arquivos e outras opções.

Uma outra vantagem da ferramenta é a possibilidade de comunicação entre os membros da equipe – mensagem diretas, enquetes ou interações em forma de feed de notícias. Para um trabalho ainda mais divertido e agradável, o Azendoo permite o uso de GIFs, emojis e personalização de links.

Gostaria de uma demonstração desta ferramenta? Solicite gratuitamente aqui. 

ASANA

A ferramenta possui um visual clean possibilitando melhor foco. É possível adicionar vários detalhes em cada tarefa – comentários, arquivos, prazo e responsável. Em cada tarefa – separada por projeto – você visualiza um calendário completo com todas as tarefas entregues ou pendentes.

Quando o assunto é comunicação entre membros, o Asana possibilita adicionar comentários nas tarefas. O gestor também pode delegar o responsável da tarefas facilitando a troca de e-mails. Algumas pessoas utiliza o Asana para gerenciar projetos pessoais também.

Para equipe com menos de 5 integrantes o Asana é gratuito. Acima de 5 os preços variam e são cobrados por usuários.

TRELLO

Eu particularmente não gosto de gerenciar projetos e tarefas em formato kanban, mas gosto muito do Trello e de como ele agrega valor e praticidade no gerenciamento deste processo. Se você gosta de visual macro, o Trello é ideal para o seu negócio.

No Trelllo você cria boards dentro de cada projeto e em cada um é preenchido por cards – etapas e tarefas. Dentro dos cards você consegue fazer comentários, upload de arquivos, marcar pessoas, organizar por tags e outras funções.

A ferramenta é bem agradável e conta com aplicativos para diferentes dispositivos. Chega até a ser divertido de usar.

Para quem desejar fazer integrações tem que contratar o plano Premium.

HAVERST

O Harvest é ideal para quem busca um gerenciador de projetos com foco em rastreamento de tempo. Além de ser uma ferramenta bem centrada em equipes.

Os relatórios desta ferramenta são interessantes por informar o tempo dedicado em cada projeto por cada membro.

É possível configurar o faturamento de cada projeto – ele inclusive envia uma notificação por e-mail caso algum valor tenha ultrapassado. Essa questão de horas trabalhadas tem sido exigidas pelos gestores.

Além deste foco no gerenciamento de tempo, o Harvest também possui uma função de gerenciamento de tarefas interessante. Só não recomendo escolher está ferramenta caso a gestão de tempo não seja interessante para o seu negócio, pois a funcionalidade pode atrapalhar o seu processo de trabalho.

O que achou dessas ferramentas? Qual chamou mais atenção? Já utiliza alguma na sua startup? Deixe o seu comentário.

14
fev2017

Construindo um modelo de negócios canvas no Mural

Para os heavy users da internet ou aqueles que à utilizam com amplo acesso à informação, o que é simples de compreender e fácil de fazer costuma ser a opção mais atrativa. Não é a toa que o Modelo de Negócio Canvas ganhou espaço em uma velocidade impressionante, principalmente no universo das startups, sendo utilizado pela grande maioria dos jovens empreendedores.

Vale ressaltar que o Modelo de Negócios Canvas não substitui o Plano de Negócios: a análise e reflexão sobre o Canvas possibilita o desenvolvimento de um Plano bem estruturado e com maiores chances de sucesso. As mudanças no Canvas interferem automaticamente nas atualizações do Plano de Negócios.

Para quem ainda não está familiarizado com o termo, o Canvas é um mapa simples e visual que aborda os principais pontos que o empreendedor necessita considerar ao trazer o seu negócio para a realidade do mercado.

Abaixo apresento os blocos que contém no Canvas:

PROPOSTA DE VALOR: Aqui você irá pontuar o que o seu negócio vai oferecer para o mercado que realmente terá valor para os clientes.

SEGMENTO DE CLIENTES: Quais segmentos de clientes serão o foco do seu negócio? Sinalize neste bloco.

CANAIS: Como o seu cliente irá comprar e receber o produto ou serviço?

RELACIONAMENTO COM OS CLIENTES: Aqui você vai abordar como o seu negócio se relacionará com cada segmento de cliente.

ATIVIDADE-CHAVE: Destaque as atividades que são essenciais para tornar possível a Proposta de Valor.

RECURSOS PRINCIPAIS: São os recursos necessários para a realização das atividades-chave.

PARCERIAS PRINCIPAIS: São as atividades-chave desenvolvidas de maneira terceirizada e os principais recursos adquirido fora do seu negócio.

FONTES DE RECEITA: Como você pretende obter receita por meio da proposta de valor? Mostre neste bloco.

ESTRUTURA DE CUSTOS: São os custos necessários para que a estrutura do seu negócio possa funcionar.

Todas as informações contidas nos nove blocos vão formalizar a conceitualização do eu negócio, ou seja, a forma como você irá operar e gerar valor ao mercado, definindo fluxos e processos, permitindo uma compreensão e visualização do seu modelo de atuação no mercado.

Ok, entendi até aqui Jeferson. Mas, existe uma maneira de criar o Canvas e poder compartilhar e colaborar com a equipe? Opa, tem sim!

Existe uma ferramenta online para reunir ideias, construir canvas, processos, organizar conteúdos, fazer pesquisa interna, apresentações e outras possibilidades, estou falando do Mural. Nesta ferramenta é possível incluir todos os tipos de conteúdos como vídeos, imagens, documentos, links da internet, mapas, e outros formatos de arquivos de uma forma bem dinâmica.

O Mural disponibiliza vários modelos de canvas, símbolos e formas, fundos e desenhos e outros recursos úteis para aprimorar mais ainda o trabalho. Ainda tem a possibilidade de apresentar o que foi construído no mural com efeitos de zoom que tornam a apresentação bem interessante. Todo o material criado pode ser incorporado, através de um código, em outros sites e até compartilhado nas redes sociais.

O Mural foi construído para ser uma ferramenta colaborativa. Toda a sua equipe pode compartilhar e discutir ideias para encontrar soluções criativas. Você teria interesse em vê na prática como construir um canvas e outras possibilidades no Mural? Clique no banner abaixo e manda uma mensagem para mim informando o dia e horário de sua preferência.

07
nov2016

Recuperando o relacionamento com o cliente inativo

Chega uma fase na vida de uma empresa em que a comunicação tende a ficar saturada, restando apenas duas alternativas: prospectar novos clientes ou recuperar os antigos. Muitas pesquisas já comprovaram que recuperar clientes inativos é mais barato do que conquistar novos, inclusive este processo pode 5x mais, portanto aprenda com este artigo como recuperar o relacionamento com o seu cliente inativo e aumente as vendas do seu negócio.

DIFERENÇA ENTRE CLIENTES PERDIDOS E CLIENTES INATIVOS

É necessário que você classifique os seus clientes antes de realizar qualquer ação. Os clientes etiquetados como perdidos são aqueles que foram para a concorrência ou desistiram da sua proposta, cortando as relação com a sua empresa por algum motivo interno ou externo.

Os clientes inativos são aqueles que já compraram o seu produto ou aprovaram o seu serviço, mas não fazem mais isso por algum tempo. Porém, eles continuam abrindo os seus e-mails ou acessando a comunicação do seu negócio por outro canal esporadicamente de uma forma fria.

RECUPERANDO O RELACIONAMENTO

Quando você consegue mapear o histórico desse cliente inativo com o seu negócio é possível criar soluções personalizadas com uma comunicação mais específica. Por exemplo, vamos simular que você é dono de uma loja de roupas masculinas e um cliente comprou com você uma camisa social para um evento. Desde sua última compra passaram-se 90 dias e nenhum retorno mais dele na sua loja, o que fazer?

Envie conteúdos direcionados as tendências de looks para eventos e outras ocasiões especiais, em seguida envie dicas de peças de acordo com os gostos dele e também com base no histórico de compra. Acrescente um código promocional. Mas atenção, não comunique só os seus produtos forçando a venda, estabeleça um diálogo e reconquiste a confiança deste cliente, fazendo-o avançar pelo funil de vendas novamente.

DESPERTE A CURIOSIDADE

O cliente inativo é um lead frio, ou seja, que perdeu interesse pelo seu negócio e pode partir para a concorrência facilmente. Por isso, não seja insistente e procure despertar a curiosidade e senso de urgência em cada e-mail. Como?

  • Títulos eficientes
  • Teste A/B
  • Copywriting
  • Teaser de lançamentos
  • Entre outras alternativas

UTILIZE UMA FERRAMENTA DE CRM

É de extrema importância que o seu negócio utilize alguma ferramenta de CRM. Eu utilizo o Moskit para maximizar os resultados do meu negócio (Jefpower). O segredo para recuperar o relacionamento é usar todas as informações disponíveis para ativar a comunicação e restabelecer a confiança do cliente alcançando a venda final.

moskit-jefpower

Curtiu este artigo? Fico com alguma dúvida? Deixe nos comentários!

09
jun2016

Os benefícios do Evernote Business para o seu negócio

O Evernote é um aplicativo de gerenciamento de informações, ideias e de produtividade. Você conhece o bloco de notas do Windows? Já ouviu falar do Post-it? O Evernote substitui eles por oferecer muitos recursos excelentes. A ferramenta possui os planos Gratuito, Plus, Premium e o Business.

Evernote-Business

 

O Evernote Business é a solução ideal para empresas que buscam organizar informações, documentos e dados de forma segura e colaborativa. Abaixo você encontra alguns motivos pelos quais o Evernote Business pode ajudar o seu negócio:

Uploads de arquivos e capacidade de notas

Você obtém 10 GB de capacidade mensal de upload para notas pessoais, mais 2 GB por usuário compartilhado para notas profissionais, e aumento no tamanho máximo da nota para 200 MB.

Conteúdo disponível offline

Tenha o acesso ao seu conteúdo em qualquer dispositivo mesmo sem estar conectado à internet.

Salve seus e-mails

Você tem a facilidade de salvar os e-mails importantes diretamente no Evernote. Também pode atribuir etiquetas, cadernos, ou lembretes a partir do assunto do email.

Pesquisa inteligente

Encontre informações e dados dentro de qualquer documento do Office, PDF ou imagem presente no seu Evernote. Você vai se surpreender com a facilidade e resultado da busca.

Anotações em PDFs

Pense em como este recurso pode ser útil para discussões de ideias, planejamentos e ajustes. Com este recurso você pode adicionar textos, formas e legendas, fazer cortes e desfoques no PDF.

Faça apresentações de suas notas

Você não precisa gastar tempo para construir slides para apresentar relatórios, ideias ou outras informações relevantes. Todo o conteúdo armazenado na nota é transformado em uma bela apresentação.

Digitalize documentos

Com o Evernote você pode digitalizar qualquer documento, imagem ou cartão de visita de forma inteligente e prática. Uma vez digitalizados, você compartilhar com outras pessoas e, no caso do cartão de visita, você pode localizar a pessoa no Linkedin diretamente do Evernote.

Histórico de atualizações

Cometeu um erro? Sem problema. O Evernote rastreia as versões de suas notas à medida que você trabalha com elas. Se precisar voltar para a forma como a nota era antes de ter excluído algo sem querer, agora já é possível.

Além de todos esses recursos mencionados no plano Business a empresa tem os seguintes benefícios:

  • Compartilhamento de informações com segurança
  • Controle administrativo
  • Painel de colaboração para a equipe
  • Prioridade de dados
  • Dados protegidos por criptografia TSL/SSL padrão da indústria
  • Suporte corporativo
  • Painel Pessoal e Business

O que achou do Evernote Business? Compartilhe sua opinião nos comentários.

Se você tiver interesse em experimentar ou ver uma demonstração do Evernote Business, entre em contato comigo (CLIQUE AQUI).

eb_hero-640x340

18
abr2016

Criando personas com o Mural

Trabalhar com marketing é compreender o público-alvo em qualquer instância. Para chegar na etapa final, que é a venda, é necessário que esse público tenha um relacionamento com o conteúdo e valores da marca. Conhecer esse público é necessário para que se aprimore os serviços e produtos, como também para a produção de conteúdo e campanhas.

Muitos empresários acreditam que basta um bate papo ou observação para entender quem é o tipo de cliente. Mas, não é bem isso, a empresa deve conhecer bem os seus personas, suas características de consumo, seus desejos, aspirações, problemas…. o percurso que é feito para que se torne cliente. Para isso é preciso ter fundamentos com dados analíticos e não palpites ou intuições.

É possível utilizar dados do Google Analytics do seu site para determinar como as pessoas pesquisam e chegam no seu site. Depois alinhe essas informações conversando com seu cliente e depois mapeie as necessidades em torno de todo o ciclo de compra.

Busque criar mais de um persona, principalmente se o seu negócio oferece vários produtos, serviços ou tenha diferentes públicos. Outro caso importante, se o seu negócio tem vários perfis de públicos diferentes, como por exemplo, mercado B2B, que possui grupos diferentes dentro do processo de compra, como influenciadores, diretores, etc., é importante considerar criar diferentes personas que surgem no processo de compra em momentos diferentes e suas respectivas preocupações.

Para ajudar na qualidade e resultado deste trabalho, crie o nome de cada persona, acrescente imagens e histórias, desejos que às torne similares a uma pessoa real. Se você for uma pequena empresa ou está com poucas informações, sugiro que eleja alguns perfis principais e comece a buscar por dados.

No geral, a pesquisa para compreender o público envolve o conhecimento demográfico, comportamental, necessidades e motivações. Quanto mais informações você tiver, mais fácil será para definir as estratégias de comunicação.

Eu costumo fazer um mapeamento da experiência do cliente na ferramenta Mural. Veja o modelo que costumo utilizar!

A partir da construção desse mural e da análise, eu penso no que pode ser uma barreira para esse cliente se relacionar com a marca e trabalho positivamente as barreiras na estratégia de conteúdo.

Caso você queira aprender mais sobre o Mural, recomento que faça o meu curso online. (Clique aqui)

Agora que você já tem uma base para construir os seus personas, inicie seu planejamento incluindo esse estudo e elabore suas ações que refletem esses personas.

Facebook
Linkedin
Twitter
Google+