25
out2017

Ferramenta poderosa de automação de marketing para o seu negócio

Quando o assunto é automação de marketing ou inbound marketing as primeiras ferramentas que lembramos são: RD Station e Hubspot. Essas empresas tem realizado grandes investimentos e produções de conteúdos conquistando posicionamento no mercado brasileiro. Mas, existem outras ferramentas incríveis para o trabalho de automação de marketing.

A escolha pela ferramenta certa vai depender muito das suas necessidades e da maturidade atual do seu negócio, principalmente quando falamos de inbound marketing. Para isso, você deve avaliar alguns pontos antes de contratar uma ferramenta. O seu negócio se enquadra em alguns desses critérios:

  • Não estou vendendo o suficiente
  • Estou perdendo clientes
  • Estamos prospectando e vendendo errado
  • Falta de informação para tomada de decisão ou há muita informação, mas tenho dificuldade em estruturar os dados e extrair inteligência para o negócio
  • Não consigo comprovar o ROI de Marketing
  • Preciso aumentar a taxa de conversão de leads
  • Preciso diminuir o meu CAC
  • Meus clientes estão insatisfeitos com o atendimento
  • Preciso saber como meus clientes estão usando meu produto e se eu realmente faço a diferença na vida deles
  • As informações do cliente são dispersas, não consigo ter uma visão 360º do que está acontecendo com ele
  • Meu ciclo de venda está muito longo
  • Minha equipe está perdendo muito tempo com oportunidades mal qualificadas
  • Clientes reclamam do atendimento
  • Meus processos internos estão desconectados, ocasionando atrasos na execução das tarefas.
  • Estou vendendo bem,mas não tenho lucro
  • Minhas campanhas não dão resultado

Se você respondeu sim para a maioria das situações acima, talvez seja o momento de pensar em contratar uma ferramenta de automação de marketing, mas qual escolher tendo o melhor custo X benefício?

Desenvolvida para fazer a gestão de toda a jornada do cliente, da aquisição à retenção, a postagem de hoje tem como finalidade apresentar a poderosa ferramenta de automação de marketing que eu tenho utilizado aqui mesmo no Jefpower e com alguns clientes – o Pipz.

O Pipz Automation é uma plataforma de automação inteligente que vai além da simples automação de marketing: ele será a principal ligação entre você e o seu futuro (ou atual) cliente. Através do Pipz você pode gerenciar toda a experiência de compra dele e acompanhar como ele está se comportando em sua jornada pós-venda:

  • Está conseguindo usar o produto?
  • Está tendo alguma dificuldade?
  • Está feliz com o produto?
  • Está conversando com ele na hora e local preferidos/exigidos?

A responsabilidade do Pipz fica por conta da empresa eCentry pioneira em email marketing no Brasil, com sede localizada em Florianópolis, SC – cidade apontada como o novo grande pólo de tecnologia nacional. A empresa tem foco em alguns pilares do marketing digital realizando um trabalho sério e comprometido com resultados digitais de verdade.

MAS, O QUE O PIPZ OFERECE JEFPOWER?

A ferramenta integra Marketing e Vendas oferecendo os recursos:

  • Editor de campanhas e Landing Pages 100% drag-and-drop
  • Automações de marketing (inclusive, eu adoro a forma que podemos construir as automações na ferramenta)
  • Gestão de relacionamento com clientes (CRM)
  • Gestão do sucesso do cliente (CSM)
  • Atendimento ao vivo
  • Chat
  • Acompanhamento de eventos
  • Inteligência de Negócios (BI – Business Inteliggence)
  • Dashboards customizáveis
  • Lead tracking
  • Lead Scoring
  • Funis
  • Integrações com inúmeras ferramentas
  • E muito mais.

MAS, QUANTO CUSTA UTILIZAR AUTOMAÇÃO DE MARKETING COM O PIPZ?

Relaxa que a empresa não faz contratos absurdos ou cobra preços assustadores, você não terá dores de cabeças com integrações e suporte quando precisar. Atualmente o Jefpower além de ser um grande fã da plataforma, também é parceiro e pode oferecer um desconto + todo apoio com a consultoria.

Gostaria de uma prévia de como o Pipz pode agregar no seu negócio? Vamos fazer uma conferência GRATUITAMENTE para que eu apresente a ferramenta a você. Manda uma mensagem pra mim que combinamos.

23
set2017

Aprenda a estruturar o seu funil de vendas

Toda a equipe de vendas precisa aperfeiçoar os seus conhecimentos e processos afim de superar os problemas e ultrapassar os concorrentes. Se você acompanha as novas tendências do mercado, provavelmente já ouviu falar sobre “Funil de Vendas” ou leu artigos sobre o assunto.

Hoje eu vou abordar este tema de uma forma diferente para auxiliar você no processo de vendas. Percebo que, apesar do assunto estar bem definido na mente de muitos gestores e vendedores, na prática ainda existe uma dificuldade em entender e criar as próprias etapas de acordo com o processo de vendas interno do negócio.

Vou começar reforçando apenas alguns pontos principais do conceito para contextualizar e refrescar a memória. Vamos lá?!

O que é funil de vendas?

De forma simples, o Funil de Vendas (ou em inglês pipeline) é uma metodologia que estrutura e classifica as etapas de vendas as quais um cliente percorre quando chega em uma determinada empresa. Estruturar essas etapas não é uma missão tão simples quanto parece e é preciso estudar sua equipe e o processo de vendas que é aplicado.

Estruturando o funil de vendas

Você agora já sabe o que significa “Funil de Vendas”. Agora partimos para a prática, que é o objetivo da postagem de hoje.

Como havia dito, o primeiro passo é compreender e definir o processo de vendas do seu negócio. Sem ele, a sua equipe não saberá qual caminho seguir e como lidar com os clientes.

Uma ação importante é estruturar este processo com a ajuda dos vendedores, pois eles estão trabalhando diariamente com detalhes e são mais propícios a saber as principais necessidades.

Analise o tempo que um contato costuma demorar desde que visita a empresa até receber a proposta e finalizar a compra. Também é relevante saber a jornada desse cliente, quais são os momento que fazem parte desse caminho que ele percorre.

As etapas de um funil de vendas

O funil de vendas trouxe a possibilidade de criar um atendimento personalizado para o cliente em cada etapa.

De modo geral, essas são as etapas de um funil:

Topo: É quando o visitante vai perceber que tem uma necessidade. Nesse momento, ele ainda não sabe que a sua empresa tem a solução. É aqui que você vai entender a dor do cliente e falar de forma mais generalizada sobre isso.

Meio: A partir daqui, ele deixa de ser um visitante e se converte em um lead, mediante os materiais que a equipe de marketing promove. Nessa etapa o relacionamento com a sua empresa fica mais confiável, pois ele começa a enviar informações para você.

Fundo: Nessa etapa o lead já conhece o problema e sabe que você é uma possível solução. Já é possível fazer contatos diretos, com ofertas de contratação, ligações e envio de propostas.

Dentro das etapas Topo, Meio e Fundo de funil existem as fases. Essas fases são determinadas de acordo com o processo de vendas do seu negócio, por isso, não é possível eu falar em uma estrutura fechada, pois cada empresa tem suas particularidades.

Aqui no Jefpower, eu utilizo quatro modelos de funil de vendas (pipeline) para gerenciar as prestações de serviços dos meus clientes e parceiros. Se quiser, eu posso apresentar para você, só entrar em contato.

Traçando metas

O funil de vendas possibilita um controle maior sobre as metas da sua equipe de vendas e torna mais fácil visualizar o que está sendo alcançado ou rejeitado. Esse é um dos privilégios em trabalhar com uma estrutura do funil de vendas, pois com esses insights você consegue entender melhor o seu time e consequentemente atingir os objetivos.

E digo mais, toda a empresa se beneficia quando aplica uma boa estrutura de vendas, principalmente a equipe de Marketing. Sabendo as etapas com maior déficit, é possível desenvolver estratégias para melhorar a conversão e levar o contato até o objetivo final que é: vender.

Nutrição de contatos

Você já se perguntou como fazer com que um contato percorra as etapas do funil de vendas do seu negócio? A resposta para essa pergunta é a nutrição de contatos.

Nutrir um contato é educá-lo não só sobre seu produto ou serviço, mas também sobre o mercado em que ele atua, e curiosidades em geral. Ou seja, tudo que for relevante.

Para um trabalho de nutrição perfeito, é necessário alinhar o processo de vendas com a equipe de vendas e marketing juntas.

Eu tenho algumas soluções de ferramentas para Inbound Marketing, CRM e Email Marketing que oferecem a possibilidade de trabalhar com um Funil de Vendas personalizado e atualizado a cada passo do seu cliente, deixando seus números sempre em dia para que as análises sejam feitas da forma correta. Fala comigo se tiver interesse!

Se você ainda tem alguma dúvida de como trabalhar com o Funil de Vendas deixe aqui nos comentários.

 

17
jan2017

14 dicas para aplicar o storytelling no seu marketing

Você tem apenas 8 segundos para capturar o interesse dos seus clientes antes que algo mais os atraia e roubem a interação com o conteúdo que você gastou tanto tempo criando e refinando.

Pegue papel e caneta. Abaixo listo 14 dicas infalíveis para você implementar o storytelling no seu marketing digital:

DICA 1

Apresente o seu produto ao vivo junto com objetos relacionados para comunicar as aplicações da vida real.

DICA 2

Incentive uma conversa e/ou debate com legendas convincentes.

DICA 3

Busque alternativas de envolver os fãs e compartilhe suas fotos e vídeos usando o seu produto.

DICA 4

Ofereça a sua audiência uma espiada por trás das câmeras. Não precisa ser polido. Autenticidade triunfa sobre a perfeição.

DICA 5

Decida qual história você quer contar com suas imagens. Seja simples. Separe quais fatos são mais importantes e use seu produto como a conclusão da história.

DICA 6

Faça seus clientes serem heróis e seu produto o superpoder.

DICA 7

Use e encoraje o uso de #hashtags para estender o alcance do conteúdo.

DICA 8

Reaproveite o conteúdo antigo e compartilhe conteúdo de terceiros que complementem sua marca e sua mensagem.

DICA 9

Encontre posts e artigos existentes que sejam somente texto em seu website e adicione imagens complementares para ilustrar o ponto principal.

DICA 10

Reduza posts e artigos em pequenas apresentações visuais.

DICA 11

Link suas imagens! Curtidas e comentários são ótimos, mas não se esqueça de direcionar seus fãs a assinarem ou seguirem sua página.

DICA 12

Adicione botões de compartilhamento social a seu website par que os fãs possam divulgar seu conteúdo.

DICA 13

Teste imagens, monitore métricas e invista no que funciona.

DICA 14

Não tente conquistar todas as mídias sociais de uma vez. Concentre-se inicialmente em uma mídia e domine-a antes de partir para outra.

Gostou das dicas? Compartilhe nas suas redes e promove o conhecimento!

07
nov2016

Recuperando o relacionamento com o cliente inativo

Chega uma fase na vida de uma empresa em que a comunicação tende a ficar saturada, restando apenas duas alternativas: prospectar novos clientes ou recuperar os antigos. Muitas pesquisas já comprovaram que recuperar clientes inativos é mais barato do que conquistar novos, inclusive este processo pode 5x mais, portanto aprenda com este artigo como recuperar o relacionamento com o seu cliente inativo e aumente as vendas do seu negócio.

DIFERENÇA ENTRE CLIENTES PERDIDOS E CLIENTES INATIVOS

É necessário que você classifique os seus clientes antes de realizar qualquer ação. Os clientes etiquetados como perdidos são aqueles que foram para a concorrência ou desistiram da sua proposta, cortando as relação com a sua empresa por algum motivo interno ou externo.

Os clientes inativos são aqueles que já compraram o seu produto ou aprovaram o seu serviço, mas não fazem mais isso por algum tempo. Porém, eles continuam abrindo os seus e-mails ou acessando a comunicação do seu negócio por outro canal esporadicamente de uma forma fria.

RECUPERANDO O RELACIONAMENTO

Quando você consegue mapear o histórico desse cliente inativo com o seu negócio é possível criar soluções personalizadas com uma comunicação mais específica. Por exemplo, vamos simular que você é dono de uma loja de roupas masculinas e um cliente comprou com você uma camisa social para um evento. Desde sua última compra passaram-se 90 dias e nenhum retorno mais dele na sua loja, o que fazer?

Envie conteúdos direcionados as tendências de looks para eventos e outras ocasiões especiais, em seguida envie dicas de peças de acordo com os gostos dele e também com base no histórico de compra. Acrescente um código promocional. Mas atenção, não comunique só os seus produtos forçando a venda, estabeleça um diálogo e reconquiste a confiança deste cliente, fazendo-o avançar pelo funil de vendas novamente.

DESPERTE A CURIOSIDADE

O cliente inativo é um lead frio, ou seja, que perdeu interesse pelo seu negócio e pode partir para a concorrência facilmente. Por isso, não seja insistente e procure despertar a curiosidade e senso de urgência em cada e-mail. Como?

  • Títulos eficientes
  • Teste A/B
  • Copywriting
  • Teaser de lançamentos
  • Entre outras alternativas

UTILIZE UMA FERRAMENTA DE CRM

É de extrema importância que o seu negócio utilize alguma ferramenta de CRM. Eu utilizo o Moskit para maximizar os resultados do meu negócio (Jefpower). O segredo para recuperar o relacionamento é usar todas as informações disponíveis para ativar a comunicação e restabelecer a confiança do cliente alcançando a venda final.

moskit-jefpower

Curtiu este artigo? Fico com alguma dúvida? Deixe nos comentários!

23
ago2016

Ferramentas de marketing para pequenos negócios

Utilizar ferramentas para promover um negócio não é privilégio para grandes empresas com grandes orçamentos.

Veja como pequenos negócios podem usufruir de ferramentas de marketing e divulgação com pouco investimento.

IDENTIDADE VISUAL (MARCA)

Se o seu pequeno negócio ainda não possui, crie ou contrate a criação para que seja aplicado nos materiais gráficos e digitais. É uma forma eficiente de identificar a sua empresa nos diferentes tipos de mídia que você utilizar.

Você pode localizar profissionais para criar sua marca via:

WeDoLogos
Prolancer
Workana
99 Freelas
Freelancer.com

SITE / LOJA VIRTUAL

Uma alternativa acessível para promover e vender seus produtos e/ou serviços. Pense em layout, publicações, contratação de serviços de registros e hospedagem. É preciso manter atualizações constantes.

Aqui estão links de plataformas para lojas virtuais:

Shopify
Olist
Loja Virtual
Loja Integrada
Hotmart

RELACIONAMENTO COM O CLIENTE

Um tiro certo para o sucesso da sua empresa é manter um relacionamento saudável com os seus clientes. Para tanto, é necessário ter um estratégia para avaliar a satisfação, estabelecer contato e promover a fidelização.

Moskit
Survey Monkey
Google Formulário
Survio
Typeform
Zopim
Snap Engage

MÍDIAS SOCIAIS

Escolha a mais adequada para você encontrar o seu cliente: Facebook, Instagram, Snapchat, Foursquare, Twitter, Youtube, Pinterest… Monte a sua página. Elabore um plano de atualizações e procure não apenas falar do seu negócio, mas ofereça também conteúdo útil e que gere engajamento.

Business Facebook
Instamizer
Hootsuite
Agora Pulse
Postcron

E-MAIL MARKETING

Se você possui uma lista de pessoas que autorizam receber seus e-mails, esse é um ótimo canal para promover o seu negócio, fazer promoções, pesquisas e manter um relacionamento com os clientes. Capriche no design, assunto da mensagem e personalize com o nome do seu cliente.

Mailchimp
E-goi
Get Response
Email Manager

PROMOÇÕES

Descontos, sorteios, distribuição de brindes, cartões-fidelidade são formas de movimentar vendas e atrair clientes. O investimento dessa ação pode variar muito, mas é possível realizá-la de forma simples e criativa.

Wishpond
Donuz
Meucupom
Woobox
Tabfoundry

Selecione e aplique essas ferramentas em conjunto. Elabore uma estratégia de atuação combinada e não esqueça de avaliar os resultados depois.

Gostaria de discutir esse assunto comigo? Clique aqui!

Facebook
Linkedin
Twitter
Google+