07
nov2016

Recuperando o relacionamento com o cliente inativo

Chega uma fase na vida de uma empresa em que a comunicação tende a ficar saturada, restando apenas duas alternativas: prospectar novos clientes ou recuperar os antigos. Muitas pesquisas já comprovaram que recuperar clientes inativos é mais barato do que conquistar novos, inclusive este processo pode 5x mais, portanto aprenda com este artigo como recuperar o relacionamento com o seu cliente inativo e aumente as vendas do seu negócio.

DIFERENÇA ENTRE CLIENTES PERDIDOS E CLIENTES INATIVOS

É necessário que você classifique os seus clientes antes de realizar qualquer ação. Os clientes etiquetados como perdidos são aqueles que foram para a concorrência ou desistiram da sua proposta, cortando as relação com a sua empresa por algum motivo interno ou externo.

Os clientes inativos são aqueles que já compraram o seu produto ou aprovaram o seu serviço, mas não fazem mais isso por algum tempo. Porém, eles continuam abrindo os seus e-mails ou acessando a comunicação do seu negócio por outro canal esporadicamente de uma forma fria.

RECUPERANDO O RELACIONAMENTO

Quando você consegue mapear o histórico desse cliente inativo com o seu negócio é possível criar soluções personalizadas com uma comunicação mais específica. Por exemplo, vamos simular que você é dono de uma loja de roupas masculinas e um cliente comprou com você uma camisa social para um evento. Desde sua última compra passaram-se 90 dias e nenhum retorno mais dele na sua loja, o que fazer?

Envie conteúdos direcionados as tendências de looks para eventos e outras ocasiões especiais, em seguida envie dicas de peças de acordo com os gostos dele e também com base no histórico de compra. Acrescente um código promocional. Mas atenção, não comunique só os seus produtos forçando a venda, estabeleça um diálogo e reconquiste a confiança deste cliente, fazendo-o avançar pelo funil de vendas novamente.

DESPERTE A CURIOSIDADE

O cliente inativo é um lead frio, ou seja, que perdeu interesse pelo seu negócio e pode partir para a concorrência facilmente. Por isso, não seja insistente e procure despertar a curiosidade e senso de urgência em cada e-mail. Como?

  • Títulos eficientes
  • Teste A/B
  • Copywriting
  • Teaser de lançamentos
  • Entre outras alternativas

UTILIZE UMA FERRAMENTA DE CRM

É de extrema importância que o seu negócio utilize alguma ferramenta de CRM. Eu utilizo o Moskit para maximizar os resultados do meu negócio (Jefpower). O segredo para recuperar o relacionamento é usar todas as informações disponíveis para ativar a comunicação e restabelecer a confiança do cliente alcançando a venda final.

moskit-jefpower

Curtiu este artigo? Fico com alguma dúvida? Deixe nos comentários!

01
jul2016

Gerencie o seu relacionamento com o cliente no Moskit

Uma empresa pode ter excelentes produtos e/ou serviços, melhores funcionários e uma incrível estrutura, mas de nada serve tudo isso se não houver clientes. São eles que geram receita para o negócio e, por isso, eles precisam ser o foco do negócio.

Neste cenário, é de extrema importância adotar um software CRM (Customer Relationship Management). A melhor alternativa de alavancar o seu negócio investindo pouco é estruturando e construindo o relacionamento junto aos clientes. Esses clientes estando satisfeitos estarão procurando a empresa para novas compras, sempre lembram de sua empresa na hora de indicar e ainda defendem a sua marca em situações adversas.

Novas oportunidades para os seus clientes

O CRM possibilita o armazenamento de informações sobre o perfil dos seus clientes e seus hábitos de consumo. Através desses dados você compreende o comportamento dele na tomada de decisões, bem como suas preferências, o que ajuda na construção de campanhas de marketing e vendas assertivas. Dessa forma, você tem um aumento do retorno sobre os investimentos (ROI) realizados e isso significa mais receita para a sua empresa.

Monitore as vendas e a produtividade dos vendedores

Com o CRM você tem como acompanhar a produtividade e resultados da sua equipe de vendas através dos indicadores de ações. Desta forma é mais fácil identificar se as metas foram batidas e até mesmo os motivos que os levaram a não ser. Cabe dizer que isto contribuirá para que você acompanhe como andam as negociações e até mesmo orientar os vendedores sobre como concluí-las, além de monitorar a produtividade, as metas e o desempenho deles.

Sistema de CRM na web

Existem inúmeras ferramentas de CRM disponíveis no mercado, aqui na Jefpower utilizamos o Moskit – um dos parceiros. Sistemas como o Moskit vão além dos dados: são relacionamentos. Todas as informações de atendimentos online, por telefone e presenciais estarão reunidas para você e seu time saberem exatamente o que foi conversado e quando foi conversado. E não confunda: planilhas, e-mails e relatórios soltos não são CRM.

Funcionalidades do Moskit

  • Dashboard de vendas

dashboard-vendas1

  • Negociações e funil de vendas

Negociações e funil de vendas

  • CRM Social

CRM Social

  • Agendamento de atividades

Agendamento de atividades

  • Linha do tempo

Linha do tempo

  • Listas inteligentes

Listas inteligentes

Tem uma novidade exclusiva para os leitores desta matéria que estão buscando por um software de CRM. Entre em contato, clique aqui.

Já teve experiências anteriores utilizando sistemas de CRM, ou dicas interessantes de ferramentas? Compartilhe nos comentários.

13
jun2016

Atraindo atenção para a sua apresentação

No mundo agitado em que vivemos, achamos que conseguimos fazer duas ou mais coisas ao mesmo tempo. Mas, isso não é verdade. Algumas pesquisas mostram que só conseguimos pensar em uma coisas de cada vez.

Alternar entre uma tarefa e outra leva um certo tempo, é demorada. Se a tarefa for complexa, então, você estará muito mais sujeito a cometer erros.

Por isso, durante a realização de suas apresentações, se quiser que o seu público esteja prestando atenção em você, poupe os recursos visuais na tela. Isso significa eliminar os efeitos desnecessários e não exagerar nas cores e imagens.

Durante uma palestra ou reunião, as pessoas costumam realizar outras atividades ao invés de estarem focadas exclusivamente na sua apresentação. E não adianta tentar controlar. Elas respondem mensagens pelo celular, conversam com os colegas e leem seus e-mails. Isso significa que elas não estão prestando atenção em tudo que você fala.

Por isso cuidado com a quantidade de informação que você passa. Veja se é realmente relevante para seu público, se é do interesse deles. Divida sua apresentação em tópicos menores e planeje pequenos intervalos. Se for entregar algum material impresso, o faça no final, evitando que as pessoas se distraiam com isso durante a sua apresentação.

Avise ao seu público sobre a duração de sua reunião ou palestra. Um aviso lembrando que está na metade também é bom. Isso diminuirá a ansiedade, deixará todos mais relaxados e com certeza prestarão mais atenção em você.

Se você tem uma reunião muito importante ou uma palestra e precisa de apoio, entre em contato comigo. (CLIQUE AQUI)

18
abr2016

Criando personas com o Mural

Trabalhar com marketing é compreender o público-alvo em qualquer instância. Para chegar na etapa final, que é a venda, é necessário que esse público tenha um relacionamento com o conteúdo e valores da marca. Conhecer esse público é necessário para que se aprimore os serviços e produtos, como também para a produção de conteúdo e campanhas.

Muitos empresários acreditam que basta um bate papo ou observação para entender quem é o tipo de cliente. Mas, não é bem isso, a empresa deve conhecer bem os seus personas, suas características de consumo, seus desejos, aspirações, problemas…. o percurso que é feito para que se torne cliente. Para isso é preciso ter fundamentos com dados analíticos e não palpites ou intuições.

É possível utilizar dados do Google Analytics do seu site para determinar como as pessoas pesquisam e chegam no seu site. Depois alinhe essas informações conversando com seu cliente e depois mapeie as necessidades em torno de todo o ciclo de compra.

Busque criar mais de um persona, principalmente se o seu negócio oferece vários produtos, serviços ou tenha diferentes públicos. Outro caso importante, se o seu negócio tem vários perfis de públicos diferentes, como por exemplo, mercado B2B, que possui grupos diferentes dentro do processo de compra, como influenciadores, diretores, etc., é importante considerar criar diferentes personas que surgem no processo de compra em momentos diferentes e suas respectivas preocupações.

Para ajudar na qualidade e resultado deste trabalho, crie o nome de cada persona, acrescente imagens e histórias, desejos que às torne similares a uma pessoa real. Se você for uma pequena empresa ou está com poucas informações, sugiro que eleja alguns perfis principais e comece a buscar por dados.

No geral, a pesquisa para compreender o público envolve o conhecimento demográfico, comportamental, necessidades e motivações. Quanto mais informações você tiver, mais fácil será para definir as estratégias de comunicação.

Eu costumo fazer um mapeamento da experiência do cliente na ferramenta Mural. Veja o modelo que costumo utilizar!

A partir da construção desse mural e da análise, eu penso no que pode ser uma barreira para esse cliente se relacionar com a marca e trabalho positivamente as barreiras na estratégia de conteúdo.

Caso você queira aprender mais sobre o Mural, recomento que faça o meu curso online. (Clique aqui)

Agora que você já tem uma base para construir os seus personas, inicie seu planejamento incluindo esse estudo e elabore suas ações que refletem esses personas.

09
fev2016

A base de uma apresentação

A base de qualquer apresentação é, sem dúvida, o seu roteiro. Ele serve para você organizar as ideias e os conteúdos. Infelizmente, muitas pessoas pulam esta etapa importante, exatamente no momento que estão para criar uma apresentação.

Para ajudar você na criação do seu roteiro é necessário responder quatro perguntas importantes:

Qual o objetivo?
É muito importante definir o que você quer alcançar com a apresentação. Isso irá te guiar durante toda a construção.

Qual o tempo disponível?
Lembre-se que é o tempo que determina quanto conteúdo você deve apresentar. Procure sempre respeitar este limite.

Quem é o público?
É um público sério ou descontraído? Leigo ou técnico? Jovem ou adulto? Conhecer seu público torna mais fácil preparar o roteiro da sua apresentação.

Como vou falar?
Isto varia do seu objetivo e público. Defina que tipo de linguagem usará: formal, coloquial, irreverente? Esse é uma forma de ganhar a empatia da sua plateia e poder conquistá-los.

Precisando de mais dicas ou apoio pode entrar em contato comigo clicando aqui.

Facebook
Linkedin
Twitter
Google+